(BEDA) Frustrações de quem tem blog

1) Idealizar um tema lindão e na hora de colocar em prática ele ficar todo cagado
Quem nunca? Na sua cabeça o tema fica maravilhoso, CONSELHEIRO, PAI DA ETERNIDADE E PRÍNCIPE DA PAZ, mas na hora de partir pra realidade fica horrível. O que diabos eu estava pensando? Puta merda, vou voltar pro tema antigo.

2) Ir em blog responder comentário e não ter nada pra comentar no post da pessoa.
Eu me sinto igualmente frustrada quando é post de resenha de filme ou de livro. O que eu comentaria? Ain ki legau, vou procurar pra ler/assistir. Ou pior, cair em blog morto que não é atualizado há meses. Eu me sinto entrando em uma casa abandonada cheia de teias de aranha. Intrusa mesmo, sabe?

3) Receber comentário tosco/nada a ver naquele post que você se esmerou pra escrever.
Olha, eu procuro colocar meu coração em tudo o que escrevo e procuro ler o que outras pessoas escreveram antes de comentar. Eu to abrindo meu coração aqui, porra.

4) Abrir a tela do WordPress e não saber o que escrever. Só sentir.
O tanto que essa tela em branco me intimida, vocês não calculam. Por isso que eu prefiro escrever no e-mail, em um documento no Google Drive ou no próprio Evernote (app de Android).

Eu te entendo, dona Roberta

5) Ter aquela ideia brilhante pra um post pra ver ela desaparecer no ar!
Às vezes eu estou no banho, matutando as coisas tudo e tenho umas ideias que dariam posts bem legais. Mas é impressionante, parece que é só abrir a porta do box que as ideias se dissipam junto com o vapor.

6) O fato de eu ainda não ser uma blogueira poderosíssima convidada para mesas redondas e viagens internacionais.
Não acho certo eu ainda não ser rica e poderosa por conta do blog. Eu seria uma adição valiosa para qualquer situação. 

7) Não poder escrever tudo que eu quero.
Minha maior frustração no momento é não poder falar sobre tudo o que estou sentido. Tenho dois posts no rascunho que provavelmente nunca verão a luz do dia e mais uns três ou quatro no Evernote que nunca nem vão passar perto do meu WordPress. Tanta coisa pra dizer, uma cabeça cheia de ideias erradas e essa inquietação que não passa.

E a vontade de arrancar a cabeça fora né hahahaha

Banner fofo feito pela Cacá!

4 comments

  1. Amiga, eu compartilho de todos esses pensamentos HAHAH, PRINCIPALMENTE ir em blog responder post que eu não sei o que responder, exatamente como resenha de livro que nnao me interesso em ler. prefiro sair do blog do que escrever qq bosta pq sou dessas HAHAHAH, depois pro proximo post da pessoa consigo confortavelmente escrever algo ahhaha! E sim, comentários toscos me dão raiva, a gente dedica o tempo, escreve algo legal..melhor não ter nenhum do que um irrelevante! ahhaha

    E sobre nbão poder escrever tudo que quero! AMIGA! SIM!! eu tenho vontade de fazer um blog anonimo pra contar sexualmente sobre os dates do tinder q tive aHUAHUAHUHUAHUA tenho mtas historias boas, mas néam, não da.

  2. “eu te entendo, dona Roberta” por 1 segundo achei que fosse algum tweet meu, HAHAHAHAHAHA

    e sim, amiga, eu te entendo muito. sinto tudo isso que colocou nesse post, exceto a tela em branco do wordpress. cara, eu SÓ CONSIGO escrever meus posts na tela do wordpress. sei lá, parece que rola um bloqueio em qualquer outra tela, seja word, e-mail, evernote, notas do celular, whatever. louco isso, né? hehe

    e fé no pai que um dia seremos convidada para as festas mais badaladas da blogosfera, tipo o baile da vogue! hahahaha
    bjoca! <3

  3. Porque é tão complicado ter um blog? Por conta de tudo que você comentou aí! As ideias somem com junto com o vapor, a tela em branco é um bicho de sete cabeças, a ideia e linda no bloco de notas, mas depois de publicado… Eu já apaguei vários posts depois de publicá-los e ver que estava muito ruim. É complicado, bem complicado…
    Beijo enorme ❤

  4. “4) Abrir a tela do WordPress e não saber o que escrever. Só sentir.”

    EU TODOS OS DIAS!!! Gente, o que tá acontecendo ultimamente conosco? Tá cada dia mais difícil ter um blog!

Comments are closed.