(BEDA) Tira a mão de mim!

Eu já cansei de pedir pras pessoas evitarem invasão do meu espaço pessoal, mas brasileiro como um todo é uma raça pegajenta, né? E pior, a pessoa se ofende quando peço pra manter distância ou pra evitar tocar em mim. Eu simplesmente detesto que coloquem a mão em mim. Já tinha até escrito um post quilométrico no falecido Popnoid sobre isso, mas as pessoas… Elas simplesmente não aprendem.

O motivo é simples: eu sou muito sensível. Tanto meu olfato, que basicamente detecta tudo que eu não gostaria de saber sobre uma pessoa (marca de amaciante, o que comeu na janta noite passada, quantas rolas chupou hoje cedo etc.) quanto meu tato são fora do normal. E o que você faz quando a pessoa pega onde não deve?

Pois é, não dá pra fazer nada. Quando você vê já subiu aquele arrepio involuntário pela sua espinha e você já gemeu como se estivesse sido comida na frente de todo mundo.

Esse sábado mesmo eu estava de boa pegando água no intervalo da aula. Estava bem distraída, por isso não vi quando um dos outros professores chegou por trás e começou a massagear meus ombros e minha nuca. Eu não sabia se eu jogava a garrafa de água no chão, se batia nele, se gritava pros alunos me socorrerem… Eu só sei que eu fiquei muito vermelha porque fiquei num estado que não deveria cercada de alunos. Sabe quando você nem consegue articular as palavras? Fiquei até mole e fugi pra sala dos professores.

Coitado do professor veio atrás se justificar dizendo que estava fazendo curso de massoterapia e queria fazer algo legal por mim mas a cabeça tinha parado de funcionar. Eu consegui explicar meio que aos trancos que era melhor evitar colocar a mão em mim e etc, mas ele ficou mais sem graça que eu porque veja bem, ele é gay hahahahaha!

A regra é clara!

Banner fofo feito pela Cacá!

2 comments

Comments are closed.