(BEDA) O dia que eu assaltei a loja de cosméticos

Eis que hoje eu estava usando um batom rosa que eu gosto muito. Ele tem um tom fofo, rosa-moça-de-família que é muito bom pra quando você quer se fantasiar de mocinha meiga. Mas infelizmente eu não consegui esse batom através de meios lícitos. E antes que você chame a polícia, eu vou me explicar!

Ano passado eu estava batendo perna no centro atrás de um biquíni pra comprar porque eu estava com a viagem marcada pra Natal. E já que eu tinha me dado ao trabalho de sair de casa e botar a minha cara no sol, aproveitei também pra dar uma passadinha numa grande loja de cosméticos aqui da minha cidade. Eu gosto de entrar nem que eu não tenha nada pra comprar, só pra ver quais as novidades que vão comer o meu salário nos próximos tempos.

E tinha uma coleção nova de batom matte da Ludmilla. Acabei gostando mais da cor que uma moça virgem usaria (Cor 06 – Bonde da Lud hahahahaha) e peguei na mão o batom. Só que ao invés de ir direto pro caixa eu fui ver o que mais tinha de novidade e, quando dei por mim, tava saindo da loja porque não tinha achado nada pra comprar. COM O BATOM NA MÃO, MINHA GENTE. Saí tranquilamente porque nem lembrava que tava segurando ele.

Só fui me dar conta mesmo do ocorrido quando entrei numa outra loja experimentar um biquíni e vi que tinha um negócio na minha mão… O BATOM! Puta que pariu, QQ eu faço agora? Volto na loja e digo que saí com o batom sem pagar???? Fiquei uma meia hora dentro do provador em crise existencial enquanto a vendedora me perguntava se o biquíni tinha ficado bom. Porra moça, me dá um tempo, to tendo um embate moral comigo mesma no momento. Eu odeio fazer qualquer coisa desonesta, mas achei melhor não falar nada porque fiquei com medo deles me marcarem e do segurança ficar me seguindo pela loja a próxima vez que eu entrasse lá.

Quer dizer, o que você teria feito no meu lugar? Eu tentei justificar minha decisão pra mim mesma dizendo que eu gastava pra caramba lá e que dificilmente treze reais fariam alguma diferença na vida deles, mas mesmo assim não consegui não me sentir mal. E eu me sinto mal até hoje, já que eu lembro do ocorrido toda vez que passo esse batom. Desculpa, loja. Desculpa, Ludmilla. 🙁

Eu sou inocente!  Juro que não fiz de propósito!

Banner fofo feito pela Cacá!

5 comments

  1. HAHAHAHA miga.
    eu já fiz isso na Zara. NA ZARA. saí com a blusa pendurada no braço e não apitou. mas como nada naquela joça custa mesmo de 100 golpinhos, eu voltei, né. querendo me enfiar num buraco de tanta vergonha, mas voltei. o pior é que nem tinha gostado tanto assim da blusa mas me senti na obrigação de comprá-la RISOS.

  2. Hahaha! Gente, não acredito! Acho que eu teria voltado na loja, não sei… Ficaria pensando nessa situação todo o tempo e não conseguiria usar o batom. Hahaha!

  3. Gente… que situação!
    Passei por algo parecido. Fui em uma lanchonete no shopping, lanchei, levantei e fui embora, sem pagar.
    Quando cheguei em casa que lembrei…
    Aí tive que voltar, e disse o que tinha acontecido. E a moça que me atendeu disse que não tinha nenhuma comanda na minha mesa, eu disse o que havia consumido e paguei.
    Hahahahaha
    Beijos

Comments are closed.