Maragogi: um guia prático

Maragogi é um pequeno paraíso em Alagoas, cercado de coqueirais e com ventos fortes que sopram do oceano. Pra onde você olhar, tem uma paisagem de cartão portal esperando pra ser fotografada. O mar é de um tom impressionante de azul. Mas a principal atração são as piscinas naturais, formadas na maré baixa.

Praia de Peroba (Maragogi – Alagoas)

Verifique o calendário lunar

A maré é mais baixa nas luas cheia e nova, então programe-se pra viajar nesses períodos. Do contrário, você vai acabar não conhecendo nenhuma piscina a não ser a do hotel.

Faça sua reserva com antecedência

O que não falta em Maragogi é hotel/pousada, mas conseguir um quarto legal no período que você quer exige um pouco de planejamento – especialmente na alta temporada. O hotel que fiquei não era minha primeira escolha, mas foi excelente e tinha tudo o que eu precisava: quartos confortáveis com ar condicionado, café da manhã caprichado, acesso direto à praia e um restaurante muito bom logo ao lado. Além de tudo isso, uma pessoa da agência Costazul ficava à disposição dos hóspedes em horário comercial para contratação de passeios/translados à preços justos.

Hotel Crôa Mares – Vista noturna da piscina

Vá por Recife

Apesar de ficar em Alagoas, a melhor opção pra chegar em Maragogi via aeroporto é por Pernambuco. Maragogi fica mais ou menos no meio do caminho entre Recife e Maceió, mas por Recife você tem mais opções de voos e a estrada até Maragogi é infinitamente melhor. Fiz o translado com o pessoal da Translado Recife e além de super atencioso o condutor nos deu dicas sobre as praias, passeios e sobre a tábua de marés.

Evite ficar no centro de Maragogi

Infelizmente a principal praia da cidade muitas vezes está imprópria pra banho. Quando fui conhecer a orla da Praia de Maragogi, vi num trecho bem curto duas valas malcheirosas desaguando no mar. O IMA – Instituto do Meio Ambiente de Alagoas emite relatório semanais com a balneabilidade das praias, então não custa verificar antes de ir entrando no mar.

Confira a tábua de marés

As piscinas naturais são formadas na maré baixa, então saber exatamente quando ela vai estar no ponto mais baixo ajuda a programar os passeios. Tem embarcação saindo pras piscinas o tempo todo, mas se você puder pegar o primeiro passeio da manhã é melhor porque as piscinas costumam lotar.

Máscara, snorkel e meia com solado antiderrapante ajudam

Eu queria ter comprado meu próprio conjunto de máscara/snorkel, porque são coisas obrigatórias pra quem vai conhecer as piscinas naturais. Mesmo assim, as agências que fazem os passeios alugam por cerca de 15 reais, o que vale a pena se você não liga de colocar na boca um snorkel que deve ter sido usado por umas 500 pessoas já. E a meia anti-derrapante não é obrigatória, mas teria ajudado um bocado a proteger minhas patinhas dos corais.

Vai saber por onde esse snorkel andou né

Tem muita coisa linda por perto

Se você vai ficar pouco tempo em Maragogi, não perca tempo indo pras adjacências e curta a praia de lá. Mas se tiver um tempinho a mais, vale a pena fazer o passeio até a Praia dos Carneiros em Pernambuco. O passeio pela Costazul custa 55 reais por pessoa e dura o dia inteiro. Leve dinheiro porque o passeio de catamarã oferecido pela mesma empresa só pode ser pago dessa forma.

Praia dos Carneiros (Tamandaré – Pernambuco)

É na Praia dos Carneiros que fica essa capelinha antiga, que abre pra missas na alta temporada e só pra casamentos no resto do ano. Dá pra acessar a partir do principal ponto de apoio da praia – o restaurante Bora Bora – em uma caminhada de cerca de 20 minutos.

É bom ter um mínimo de preparo físico

A Praia de Antunes é impressionante por si só, mas ela tem uma atração extra: a piscina natural pode ser acessada a pé. São 40 minutos de caminhada com água pelo joelho, mas juro que vale muito a pena.

Distância entre a praia e a piscina natural: um km mar adentro

A piscina é maravilhosa e cheia de todo tipo de vida marinha. A vista da praia é incrível. E eu fiquei sem adjetivos pra descrever então vou começar a usar “foda”. É foda demais, foda de linda. E foda de voltar, porque são mais 40 minutos caminhando de volta com o sol na cabeça. Se eu fizer isso todo dia, fico com as pernas da Gracyanne Barbosa.

Piscina natural – Praia de Antunes (Maragogi – Alagoas)

Eu amei Maragogi e acho que vale muito a pena conhecer. E vocês, qual viagem querem fazer em 2018? E quais praias recomendam? Porque pra 2018 eu quero viajar muito mais!

2 comments / Add your comment below

Leave a Reply